www.archive-pt-2014.com » PT » F » FREGUESIADERANHADOS

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".

    Archived pages: 165 . Archive date: 2014-10.

  • Title: Freguesia de Ranhados
    Descriptive info: .. Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores.. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.. Fechar.. ou.. Saber Mais.. Erro, certifique-se que o formulário esteja correctamente preenchido.. Por favor preencha o seguinte formulário.. Nome:.. Email:.. Mensagem:.. Menu.. Página Principal.. Junta de Freguesia ».. História da Terra.. Mensagem do Presidente.. Executivo.. Assembleia de Freguesia.. Horário de Funcionamento.. Instalações.. Relatório de Contas.. Plano de Actividades.. Protocolos.. Eleições Autárquicas.. Historial das Presidenciais.. Contactos.. Documentos ».. Actas da Assembleia de Freguesia.. Editais.. Taxas Freguesia.. Regulamentos.. Símbolos Heráldicos.. Instituições.. Serviços Online.. Obras.. Localização ».. Mapa Google.. Arquivo Fotográfico ».. Fotografia Aérea.. Fotografia Patrimonial.. Multimédia ».. Notícias Online ».. Jornal de Notícias.. Correio da Manhã.. A Bola.. TV Online.. Rádios.. Jogos ».. Xadrez.. Puzzle Bobble.. Breakout.. Vídeos.. Sugestões.. Política de Cookies.. Arquivo de Notícias.. Directório..  ...   Santarém.. Setúbal.. Viana do Castelo.. Vila Real.. Viseu.. Destaques.. Feira à Moda Antiga.. 5 de Outubro de 2014.. Recreação de Associações Folclore e Musica Tradicional.. 1ª Meia Maratona do Dão.. 21 de Setembro de 2014.. Corrida da Emoção.. Santa Eufêmia.. 15 de Setembro de 2014.. Festa.. Notícias.. Onda de Calor.. 2 de Setembro de 2014.. Temperaturas altas.. Pagar a água é mais simples.. 30 de Setembro de 2014.. Águas de Viseu.. Direção - Geral da Administração Escolar.. Circular.. Prevenção contra o calor.. 4 de Junho de 2014.. Proteção para as crianças.. Proteção para os idosos.. Mais Notícias.. Estatísticas.. Temos 9 visitantes online.. Visitas: 257.. 140.. Login.. Utilizador:.. Password:.. Criar novo registo.. Recuperar Password.. Agenda de Eventos.. Partilha.. Mural Facebook.. Neste momento não existe informação disponível.. Acessibilidades.. RSS.. Pedido de Informações.. FAQ.. Links.. Requisitos técnicos.. 2014.. Dapfoto..

    Original link path: /portal/v1.0/
    Open archive

  • Title: Freguesia de Ranhados
    Descriptive info: O que são cookies?.. Cookies são pequenas etiquetas de software que são armazenadas no seu computador através do navegador (browser), retendo apenas informação relacionada com as suas preferências, não incluindo, como tal, os seus dados pessoais.. Para que servem os Cookies?.. Os cookies servem para ajudar a determinar a utilidade, interesse e o número de utilizações dos seus websites, permitindo uma navegação mais rápida e eficiente, eliminando a necessidade de introduzir repetidamente as mesmas informações.. Que tipo de cookies utilizamos?.. Existem dois grupos cookies que podem ser utilizados.. Cookies permanentes.. - são cookies que ficam armazenados ao nível do browser nos seus equipamentos de acesso (pc, mobile e tablet) e que são utilizados sempre que faz uma nova visita a um dos nossos websites.. São utilizados, geralmente, para direcionar a navegação aos interesses do utilizador, permitindo-nos prestar um serviço mais personalizado.. Cookies de sessão.. - são cookies temporários que permanecem no arquivo de cookies do seu browser até sair do website.. A informação obtida por estes cookies serve para analisar padrões de tráfego na web, permitindo-nos identificar problemas e fornecer uma melhor experiencia de navegação.. Tipo de cookie.. Finalidade.. Cookies estritamente necessários.. Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a áreas seguras do website.. Sem estes cookies, os serviços que tenha requerido não podem  ...   cookies no menu opções ou preferências do seu browser.. Nota: Ao desativar cookies, pode impedir que alguns serviços da web funcionem corretamente, afetando, parcial ou totalmente, a navegação no website.. Configurações de Cookies no Internet Explorer - Desativar cookies.. 1) Clique no menu Ferramentas e escolha a opção Opções de Internet ;.. 2) Selecione o separador Privacidade ;.. 3) Mova a barra para o topo, onde surgirá Bloquear todos os cookies.. Configurações de Cookies no Mozilla Firefox - Desativar cookies.. 1) Clique no menu Ferramentas ;.. 2) Selecione Opções ;.. 3) Clique no ícone Privacidade , que encontra no painel superior;.. 4) Na secção Cookies desative a opção Aceitar cookies dos sites ;.. 5) Clique em OK para guardar as alterações e fechar.. Configurações de Cookies no Chrome - Desativar cookies.. 1) Clicar em Personalizar e Controlar o Google Chrome (símbolo);.. 2) Selecionar opção Ferramentas ;.. 3) Clicar em Limpar dados de navegação ;.. 4)Na caixa de seleção, Limpe os seguintes itens de: escolha a opção desde sempre ;.. 5) Selecione as primeiras 4 opções e clique em Limpar dados de navegação.. Configurações de Cookies em Safari Web e IOS - Desativar cookies.. 1) Clique em Edit (Editar);.. 2) Selecione Preferences (Preferências);.. 3) No painel superior, selecione o ícone Security (Segurança);.. 4) Na secção Accept Cookies (Aceitar cookies), selecione Never (Nunca)..

    Original link path: /portal/v1.0/mod_texto.asp?pag=politicacookies
    Open archive

  • Title: Freguesia de Ranhados
    Descriptive info: Junta de Freguesia - História da Terra.. Freguesia de Ranhados.. Situada a sudeste da cidade de Viseu, encontra-se a uma distância de, aproximadamente, três quilómetros da sede concelhia, a freguesia de Ranhados foi praticamente absorvida pelo crescimento da cidade, fazendo hoje, parte integrante da mesma, por força do Diário da República de 25/3/1999, embora detenha o pequeno território de área igual a 6,58km2.. É limitada pelas freguesias de Coração de Jesus, Santa Maria, Repeses, São João de Lourosa e Rio de Loba.. Caracterização Demográfica/População: 3782.. De Ranatus a Ranhados.. O Povoado.. de Maria das Dores Almeida Henriques.. Povoado muito antigo e de origens obscuras, aparece registado no texto das Inquirições de D.. Afonso III, em 1258, com o nome de Ranatus.. O Cadastro da População do Reino, de 1527, diz ter sido vila e sede de concelho, pertencente à Ordem de Malta.. O mapa da divisão do território de Portugal anexo ao Decreto de 6 de Novembro de 1836, menciona os 22 concelhos da comarca de Viseu, entre os quais Ranhados.. Em 1808 passou a ser uma das freguesias anexas à freguesia Ocidental de Viseu.. Na divisão administrativa de 8 de Novembro de 1899, Ranhados é uma freguesia do concelho de Viseu.. Desde 1999 que está integrada na área urbana na cidade.. Património.. CRIPTO MEMÓRIA.. de Paulo Celso Fernandes Monteiro.. Ranhados é uma povoação antiquíssima cujas origens são desconhecidas.. Por aqui passava uma velha via romana, da qual ainda persistem alguns troços de calçada em bom estado de conservação, bem como um pequeno pontão.. A estrada fazia parte de uma complexa rede viária romana que passava em Viseu, fazendo dela um centro nevrálgico estratégico na Península do Império.. Saindo desta cidade partia em direcção a Seia, pelas caldas de Alcafache e Espinho (concelho de Mangualde).. Remonta ao século I da nossa Era, ao tempo do Imperador Cláudio, como afirma o Miliário encontrado em Espinho (Mangualde).. Imóvel de Interesse Público pelo Dec.. n 29/90, de 17 de Julho 1990, esta via possui dois troços, de largura semelhante, estendendo o seu curso serpentino pelas encostas, que lhe dão em alguns locais, uma pitoresca imagem de curvas ligeiramente inclinadas (1).. Todavia, a presença da epigrafia romana em terras de Ranhados surge também referenciada na obra Diálogos Moraes e Politicos de Manuel Botelho Ribeiro Pereira, escrita na primeira metade do século XVII e publicada em 1797.. O autor apresenta uma inscrição funerária que teria sido achada (.. ) ahí a 3 tiros de bésta n uma vinha de Miguel Madeira, a qual está sobre a porta do laggar d esta propriedade (.. ) , que transcreveu do seguinte modo, apresentando também uma hipótese de tradução:.. VALERIO REBVR ROAN.. XVII PATER ET MATER F.. C.. Segundo ele o seu significado seria O pae e a mãe de Valerio Robur Roanan, que morreu de 17 annos lhe fiserão esta sepultura(.. ).. Nesta mesma obra existe também a referência a um penedo talhado que estava à cabeceira da referida lápide.. (.. ) que devia o pae mandar fazer, ou para estar ao sol no inverno, ou hir ali chorar a morte do filho (.. ) [Pereira: 1956, 12-16].. Após prospecção no terreno, não foi possível encontrar estas epígrafes bem como confirmar os dados ou sua localização, mas ao longo de 400 anos todo o território sofreu uma profunda transformação.. IGREJA PAROQUIAL.. O nome medieval da povoação era Ranatus.. Assim aparece escrito no texto das Inquisitiones de Dom Afonso III, de 1258.. Era então de homens herdadores que pagavam de foro à Ordem de Cavalaria de S.. João do Hospital de Jerusalém (mais tarde Ordem de Malta), a sexta parte do pão, vinho, linho e legumes cultivados, para que aquela milícia os protegesse.. Foi sede do concelho da mesma Ordem de Malta, com foral renovado por Dom Manuel I, mas extinto no século XIX.. Ainda hoje perdura a antiga Casa da Câmara e ao lado, o edifício do Tribunal aplicado a casa da Fábrica da Igreja.. Estes edifícios encontram-se muito mal conservados com evidentes sinais de degradação e adulterados.. A Irmandade de Nossa Senhora da Ouvida é de criação anterior, e segundo Alexandre Alves remonta ao século XV.. No entanto a documentação existente no Arquivo distrital de Viseu, não nos permite esclarecer tal facto.. Dos 25 fólios pertencentes à Irmandade, nenhum é do século XV ou XVI.. No arquivo do Cabido da Sé de Viseu existe um livro denominado Lista de Pagamentos das Cappelas e Parocchias ao Cabido da Sé de Vizeu e datado de 1656.. Nele se encontram diversos pagamentos feitos a António Dominguez, Bispo de Viseu, pelas diversas Irmandades da Diocese, nas quais se encontra a de Nossa Senhora da Ouvida.. A capelinha de Santa Eufémia é de origem medieval, tendo beneficiado de obras de remodelação no século XVI e seguintes.. Do século XVI é o arco do cruzeiro, de volta redonda (que hoje se encontra decepado), com vestígios de toros corridos nas esquinas.. Segundo algumas informações orais recolhidas, esta capela possuía uma lápide com uma inscrição datada de 1553.. Contudo, quando se visitou o lugar constatou-se que não existia nenhuma lápide, porque o proprietário [esta capela e o terreno envolvente, foram vendidos pela Junta de Freguesia a um particular que a transformou numa horta] vendeu diversas pedras que faziam parte do templo.. Em termos eclesiásticos, a paróquia de Ranhados foi criada em Dezembro de 1698 pelo Bispo Dom Jerónimo Soares, com sede na capela da Nossa Senhora da Ouvida, construída em 1656 pela respectiva Irmandade.. Antes porém, estivera sediada na capela da Santa Eufémia do Olival, desde 1629, ano da sua aprovação eclesiástica.. Nesta capela, ao longo dos tempos ampliada e hoje igreja paroquial, existe um retábulo joanino de talha dourada na capela-mor, feito em 1734 - o altar do Sagrado Coração de Jesus.. Existem ainda algumas imagens do século XVII, como são exemplo disso as de St.. Eufémia, São Pedro e Nossa Senhora da Boa Morte.. Digna de atenção é a pia da água benta, junto da porta lateral.. Escavada num antigo capitel visigótico, é de proveniência desconhecida.. Neste templo foram localizadas outras inscrições que merecem o nosso destaque:.. I INSCRIÇÃO.. Trata-se de uma tampa legendada de uma sepultura que se encontra no pavimento da igreja Paroquial.. É uma inscrição de fácil leitura apesar de estar desgastada na parte direita, devido a assentar sobre os degraus que dão acesso ao altar, aonde ela se encontra.. No entanto esta inscrição passa um pouco despercebida, porque fica tapada por um enorme tapete vermelho que ali está colocado.. A lápide é de granito fino, da região, tal como todo o pavimento.. De toda a laje sepulcral, só a parte superior é que foi gravada pelo lapicida.. Comentário da inscrição.. Trata-se de uma lápide sepulcral localizada no fim dos degraus que dão acesso ao altar.. Encontra-se em bom estado de conservação, e nunca foi estudada.. É de fácil leitura, apesar de estar um pouco desgastada na parte direita junto aos degraus que dão acesso ao altar.. As letras encontram-se bem distribuídas na parte superior da lápide, tendo o texto um aspecto bastante homogéneo.. A inscrição tem 6 linhas estando as primeiras 4 alinhadas pela letra que dá início ao texto - um S de Sepultura.. As duas últimas linhas encontram-se 2 cm mais chegadas à esquerda e alinhadas por esta medida.. Algumas letras sofreram um desgaste acrescido e exemplo disso são o último O de ANTONIO que mal se consegue decifrar, e o O de ANNO.. Existe alguma pontuação ao longo do texto geralmente nas abreviaturas (PE.. ), mas também aparece a separar palavras (ROIZ.. MESTRE) De notar, o encadeamento do D e do O na primeira e quinta linha que é típico do século XVII, tal como as letras em capitais quadradas, muito perfeitas e alinhadas.. Este encadeamento foi elaborado pelo gravador para dar uma certa beleza ao texto.. Na primeira linha da lápide ressalta a abreviatura típica de Sepultura, um S; o D e o O entrelaçados, e a abreviatura de padre, um P.. E.. Notamos igualmente o desgaste do O que já foi atrás referenciado.. Na segunda encontramos os caracteres bem delineados, com espaços e tamanhos regulares.. As terceira e quarta linhas revelam-nos a abreviatura de que em Q.. Encontramos ainda duas letras inclusas - um D e um E.. Na quinta, encontramos Dezembro abreviado em DEZBRO, e um novo encadeamento com as mesmas letras DO.. Por fim na sexta deparamos com novo exemplo de letras inclusas - o DE, e a data apresenta um certo aspecto cursivo especialmente o algarismo 5.. António Roiz foi um conceituado homem de letras, mestre de gramática no Seminário Conciliar de Viseu.. Foi dele que partiu a iniciativa da construção da igreja, sendo reitor da irmandade de Nossa Senhora da Ouvida.. II- INSCRIÇÃO.. Outra epígrafe localizada neste templo é também de tipologia funerária.. Encontra-se em mau estado de conservação e é de complicada leitura.. Dimensões: 151 cm x 54 cm.. Campo Epigráfico: 98 cm x 54 cm.. Transcrição:SZ // DE.. P(er)O ROI[Z] DE// SVA MO(lhe)R E /RDEIROS // 1724.. /.. Leitura: Sepultura de Pedro Rodrigues, de sua mulher e herdeiros.. 1724.. Dimensões das letras: 4,5 cm - 8 cm; Espaços: 3,2 cm- 0,4cm.. A lápide encontra-se directamente por baixo do púlpito, junto aos degraus que lhe dão acesso.. A inscrição tem 5 linhas todas elas desalinhadas.. O texto encontra-se sensivelmente a meio da tampa de sepultura granítica.. As letras são muito irregulares quer no tamanho quer na comparação entre si.. Assim, ao longo de todo texto os caracteres apresentam-se bastante variados na forma do seu desenho.. Existem exemplos de formas cursivas como: o S de ERDEIROS, o O de MO(lhe)R, o 4 da data e o S de sepultura, que se encontra muito semelhante com o numeral cardinal - 2.. A pontuação neste texto surge por duas vezes.. Na primeira serve de separação entre vocábulos e na segunda de ponto final.. Ao iniciar a leitura da primeira linha, deparamos com um espaço ladeado por um S e por um Z.. Essa área não foi lá colocada intencionalmente pelo lapicida, mas deve-se sobretudo ao intenso desgaste provocado pela passagem dos crentes.. Mas, a existência do Z talvez se possa explicar devido à falta do mesmo na palavra ROIZ que está directamente por baixo.. O gravador pode ter notado o seu esquecimento e colocou a letra em falta por cima do vocábulo, tentando emendar a palavra.. A segunda linha começa e acaba com letras inclusas, as mesmas letras DE.. Este caso terá sido feito pelo lapicida numa tentativa de aproveitamento de espaço pois não se compreende uma tentativa de embelezamento do texto, visto não ter existido nenhum outro esforço nesse sentido.. Continuando podemos notar o  ...   hérnias com mão experiente, eram tidas por tutelares, aparentadas com entidades benfazejas.. in Eugénia e Silvina, Agustina Bessa-Luís, Guimarães Editores, 2 Ed, 1990.. Em Ranhados existe um lugar que é famoso por um crime que aí foi cometido a Malhada, também conhecido por Quinta de São Caetano.. Agustina Bessa-Luís, inspirou-se nesse crime e escreveu um romance denominado Eugénia e Silvina.. Segundo ela (.. ) A Malhada foi em parte, subtraída ao espaço das mestras e as suas águas de aluvião e de mina que caíram numa presa a que se deu o nome de Poça das feiticeiras(.. e a quinta de São Caetano, hoje unidade hoteleira de turismo rural é um (.. ) sítio onde se implanta o solar da Malhada, simples casarão com três plumas de palmeiras defronte da balustrada que rematava as escadas de dois lanços, era um sítio já de si secreto (.. ) (Luís: 1989, 32-44).. Aqui deparamo-nos com uma capela que a escritora diz ser anterior ao solar.. É um pequeno e simples templo que possui por cima da porta de entrada um belo Brasão e uma inscrição em Castelhano.. Dimensões do campo epigráfico (3) : 89 cm x 45 cm.. Leitura:.. VIRGEN DE LA SOLEDAD.. / FINO ESPEGO DE CRISTAL /.. / MARAVILHA DE LOS CIELOS /.. / ENPARATRIS.. ONIVERSAL /.. / 1680.. Tradução:.. Virgem da saudade.. Fino espelho de cristal.. Maravilha dos céus.. Imperatriz Universal.. Dimensões das letras: 3 cm - 8 cm, espaços: 0,5 cm - 1 cm.. Comentário da Inscrição.. Esta epígrafe em verso, está gravada numa placa rectangular de granito fino, da região, que apresenta os cantos superiores um pouco arredondados.. É bastante legível, e está em bom estado de conservação.. Tem 6 linhas, com caracteres um pouco rústicos (cursivos) mas de fácil percepção, alinhados à esquerda e que se distribuem muito homogeneamente por toda a pedra.. A pontuação é escassa e só aparece em dois casos para separar palavras.. Por cima da primeira linha, mais ou menos a meio, surge gravada uma pequena cruz.. A inscrição não apresenta problemas de leitura e apenas tem como curiosidade diversas letras sobrescritas.. Caso curioso aparece na segunda linha e é o aproveitamento de espaço feito por parte do gravador ao colocar com uma certa arte, letras dentro de outras (inclusos).. É o caso do O dentro do G e do R dentro do C.. As letras assim incrustadas são designadas por inclusas.. As letras são elevadas para um melhor aproveitamento do espaço na placa.. A maior particularidade é que foi gravada em castelhano, 40 anos depois de se ter restaurado a linha dinástica portuguesa.. É bastante raro nesta zona aparecerem inscrições gravadas noutra língua que não seja a nossa língua mãe.. Todo este conjunto epigrafe e brasão tem a encimá-lo uma simples cruz.. Os elementos heráldicos que o caracterizam são de origem tropical.. Do lado esquerdo aparece um pequeno macaco a trepar por um estandarte, como que numa tentativa de apanhar as três linhas de frutos tropicais que se espalham na parte direita do mesmo.. Por cima encontramos um elmo, proveniente de uma armadura, o qual possui uma longa pluma.. A rodear este elemento encontram-se duas serpentes cujas cabeças saem pela parte de baixo.. Envolvem todo este conjunto uma série de folhas um pouco diferentes das que costumamos encontrar nas armas de outras famílias Lusas, mas que poderão ser provenientes de outro continente.. Em Ranhados estabeleceram-se diversos comerciantes vindos das Américas e das Áfricas , uma vez que o culto da Virgem da Soledad tinha imensa adesão durante o período colonial.. Os Silva Mendes ocuparam a Malhada até aos finais do século, quando por falta de sucessão, D Virgínia legou-a à Misericórdia de Viseu, que nas suas propriedades construiu um asilo de mendicidade.. Este recebeu a invocação de Asilo de Mendicidade da Viscondessa de Viseu em honra da benfeitora.. A quinta foi dividida e ocupada por um antigo comerciante, de seu nome João Trindade, que enriqueceu em S.. Tomé, em sociedade com um roceiro de cacau.. Comprou o solar e outras propriedades, graças à grande fortuna obtida.. Perfilhou a filha Silvina nascida das relações com a dama de companhia, e deu-lhe posição legítima na Malhada.. As relações de ambos fizeram parte da lenda erótica do lugar, tendo culminado num hediondo crime.. O assassinato de que foi acusada Silvina, como parricida, levantou imenso tumulto e escândalo no país inteiro.. Em 17 de Julho de 1925, no caminho de Ranados, apareceu assassinado, na Poça das Feiticeiras, o comerciante em circunstâncias que nunca foram esclarecidas.. A tradição oral e o engenho literário de Agustina criaram uma memória que ainda perdura:.. Oh Silvina, Oh Silvininha.. Oh Silvina tão galante,.. Que mataste o teu pai.. E foste deitá-lo ao tanque.. Ranhados é hoje parte da nova urbanidade de Viseu.. O solar da Malhada foi aproveitado como unidade hoteleira e nas terras adjacentes construiu-se o Hospital Regional de Viseu e a Poça das Feiticeiras já não passa de um pequeno charco.. Alguns documentos da sua História.. A Paróquia.. A Paróquia foi criada em Dezembro de 1698 pelo bispo D.. Jerónimo Soares, com sede na capela de Nossa Senhora da Ouvida, construída em 1656, e território incluído na paróquia da Sé de Viseu.. De acordo com as inquirições paroquiais, em 1758 é um lugar dos subúrbios da Sé de Viseu pelo que, todos os actos paroquiais eram registados na freguesia Ocidental da cidade.. Em 1889 cessou de ser filial da Sé Catedral de Viseu.. Na Igreja de Ranhados, principiarão a fazer-se os baptismos no primeiro de Agosto e os assentos matrimoniais em 14 de Setembro.. 1889 Ago.. 1, Ranhados Livro de registos de baptismos.. ADVIS Paroquial, Ranhados [Viseu], Cx.. 19, N.. 3, Fl.. 1.. Convívio.. Era no Clube Recreativo que, aos fins-de-semana, a população se reunia.. ,.. para os tradicionais chá e matiné dançantes, abrilhantados por magníficos.. agrupamentos musicais, e dedicados aos sócios do clube.. e suas.. famílias.. 1951 Nov.. 30, Ranhados Programação do Clube Recreativo.. ADVIS, Governo Civil, cx.. 1424, n.. 43.. No primeiro domingo de Agosto a população assiste à missa seguida de procissão e romaria, em honra da padroeira, Nossa Senhora da Ouvida.. A festa emblemática, a 16 de Setembro, venera Santa Eufémia.. Na primeira semana de Setembro ocorre a festa popular, as tradicionais festas de Ranhados em que, anualmente, participavam habitantes e forasteiros, com grande animação e alegria.. 1950, Ranhados Programa das festas.. 2082.. Em sessão da Câmara de 7 de Março de 1901, foi proposta com carácter de urgência, a necessidade de compor o caminho desde a Quinta de São Caetano ao entroncamento da estrada de Ranhados, vulgarmente conhecido pelo nome de caminho das Feiticeiras.. Sendo os terrenos próximos d este caminho vedados e quase todos hortas e lameiros têm as terras para aterros que ser extraídas dos baldios que se encontram junto da Igreja de Ranhados e de Santa Eufémia.. Procedeu-se ao levantamento da planta e nivelamento.. Nas obras foi utilizada pedra das pedreiras que se encontram na povoação de Ranhados.. 1901 Julho 11, Viseu Projecto do caminho das Feiticeiras.. 2952, n.. 9.. Asilo Anjo da Caridade e Viscondessa de S.. Caetano.. Dona Eugenia Cândida da Silva Mendes Viseu, Viscondessa de S.. Caetano, residiu na Quinta de São Caetano, na freguesia de Ranhados.. Faleceu com 41 anos de idade.. Por escritura testamentária, deixa o usufruto de todos os seus bens mobiliários e imobiliários a sua prima Dona Virgínia Viseu da Costa, da cidade de Lisboa, e por morte d esta passará a propriedade à Misericórdia de Viseu, para estabelecer um asilo de mendicidade e com a invocação d Asilo de Mendicidade da Viscondessa de S.. Caetano.. A concretização da sua vontade iniciou-se em 1890, com a apresentação do projecto do asilo, que a Santa Casa da Misericórdia de Viseu manda construir no sítio da Via Sacra, no pinhal que fazia parte da Quinta de S.. Em 1897 ali nascia o lar, com o nome da viscondessa, e que é hoje o mais antigo lar de Viseu e ocupa um espaço privilegiado onde os idosos ali instalados têm uma vista notável sobre a cidade.. 1890 Ago.. 30, Coimbra Projecto do Asilo Anjo da Caridade e Viscondessa de S.. 2972, n.. 26.. Actividade empresarial: Exploração Mineira.. Houve nesta freguesia minas de volfrâmio e estanho.. De acordo com um ofício do Presidente da Junta de freguesia de Ranhados, José de Almeida Martins, dirigido ao Governador Civil do Distrito de Viseu, em 1943, não havia uma única exploração de minérios a trabalhar legalmente.. Na sequência deste procedimento, em Maio desse ano, os chefes de grupo destas empresas mineiras solicitam autorização para os trabalhos de extracção de minérios na freguesia de Ranhados.. Sendo que, o impedimento residia no facto de os serviços agrícolas não poderem ser prejudicados, resolveram tomar o seguinte compromisso: a) dispensar à lavoura o pessoal que lhes seja requisitado; os trabalhadores não podem furtar-se ao cumprimento d esta determinação, sendo os casos de recusa, por parte destes, comunicado ao regedor; b) o salário dos trabalhadores de explorações mineiras não pode ser superior ao salário corrente das implorações agrícolas ( ); c) mandar proceder ao arrasamento e compostura dos terrenos explorados, e continuar a proceder de igual forma para os que forem sendo explorados, a fim de se entregar a maior área possível à lavoura.. A petição foi acompanhada de listagem com o nome do chefe de grupo e restantes trabalhadores das minas de Barbodelos, Corgo, Moinho do Monte, Quinta das Murtinheiras, Quinta de Santa Eufémia, Quinta do Carregal, Quinta do Colheres e Quinta dos Areais.. Os alvarás foram concedidos no ano seguinte.. Destacaram-se a denominada Fonte de Santa Luzia e a Ao Monte, ambas conce-ssões da Sociedade Mineira de Fragosela, Lda.. , e os seus alvarás datam, respectivamente, de 17 de Maio e 28 de Novembro de 1944.. 1943 Maio 02, Viseu Lista de trabalhadores da exploração mineira da Quinta dos Areais.. 2459, n.. 3.. Grupo Folclore e Etnografia (Extinto).. O Presente (Desenvolvimento).. Escola EB1 e Jardim-Infancia Escola EB1 e Jardim de Infancia.. Ranhados (D.. Antonio Monteiro)Jugueiros.. Escola superior Agrária de Viseu Cemitério Novo da Freguesia.. Instituto Dr.. Victor Fontes Centro Social Jesus Maria José.. Centro de Saúde Viseu 3 Centro Paroquial.. Altar Exterior Nicho de Santa Eufemia.. Escola de Musica(Sede Antiga) Hotel Principe perfeito(Misericordia).. Palácio do Gelo Piscinas da Misericordia.. Parque Infantil da Alagoa Parque Infantil da Quinta da Pomba.. Parque Infantil Largo 27 Dezembro Parque Infantil Viso Sul.. Polidesportivo Quinta da Pomba Polidesportivo do Viso Sul.. Circuito de Manutenção Viso Sul Jardim-Ranhados.. Jardim do Largo de N Sr da Ouvida Rotunda Luis de Almeida Campos.. Zona Envol.. Parque Infantil Viso Sul Praça das Palmeiras - Viso Sul.. Praça das Palmeiras Rua do Cruzeiro (Requalificada).. 1 Circular Sul..

    Original link path: /portal/v1.0/mod_texto.asp?pag=historia
    Open archive
  •  

  • Title: Freguesia de Ranhados
    Descriptive info: Junta de Freguesia - Mensagem do Presidente.. Ao assumir as funções de Presidente da Junta de Freguesia de Ranhados importa agradecer todas as manifestações de simpatia e estímulo de que temos sido alvo o que nos enche de alegria e nos dá responsabilidades acrescidas.. Tentaremos dar respostas às solicitações dos naturais e moradores da Freguesia de Ranhados dentro dum espírito de responsabilidade e respeito pelas identidades e responsabilidades próprias de cada instituição que com este órgão irão cooperar.. Temos a convicção que os recursos da Junta de Freguesia  ...   Ranhados tem um passado de que todos nos orgulhamos e pretendemos respeitar mas sempre com os olhos postos no futuro e nos desafios que iremos enfrentar neste momento tão importante para o desígnio nacional.. Para além do atendimento pessoal pretendemos estimular o contacto eletrónico para maior comodidade dos interessados e rapidez de resposta.. A equipa que tenho o prazer de liderar tudo fará para respeitar a confiança depositada em nós.. O Presidente da Junta de Freguesia de Ranhados.. Luís Filipe Martins de Almeida Mendes.. Temos 5 visitantes online..

    Original link path: /portal/v1.0/mod_texto.asp?pag=mensagem
    Open archive

  • Title: Freguesia de Ranhados
    Descriptive info: Junta de Freguesia - Executivo.. Presidente.. Secretário.. António Soares Correia.. Tesoureiro.. José Carlos Marques da Costa..

    Original link path: /portal/v1.0/membros.asp?pag=executivo
    Open archive

  • Title: Freguesia de Ranhados
    Descriptive info: Junta de Freguesia - Assembleia de Freguesia.. Cláudia Isabel da Costa Bento.. Presidente da Assembleia.. Bruno Tiago Gomes Esteves.. Secretário da Assembleia.. José Ferreira Francisco.. 2.. Maria da Glória da Silva Duarte.. Vogal da Assembleia.. Abílio Ferreira dos Santos.. Vogal da Assembleia.. Leonel Lopes Bento Almeida.. António Aires Matos Pereira.. Fátima Magalhães dos Santos.. Nuno Miguel Almeida Rocha..

    Original link path: /portal/v1.0/mod_texto.asp?pag=assembleia
    Open archive

  • Title: Freguesia de Ranhados
    Descriptive info: Junta de Freguesia - Horário de Funcionamento.. Segundas, Quartas e Sextas.. 9h às 13h00.. 14h às 18h00.. Terças e Quintas.. 20h00 às 22h..

    Original link path: /portal/v1.0/mod_texto.asp?pag=horario
    Open archive

  • Title: Freguesia de Ranhados
    Descriptive info: Junta de Freguesia - Instalações..

    Original link path: /portal/v1.0/mod_imagem.asp?pag=instalacoes
    Open archive

  • Title: Freguesia de Ranhados
    Descriptive info: Junta de Freguesia - Relatório de Contas.. Documento referente ao ano de 2014.. Relatório de gestão.. Para fazer download dos anexos para o seu computador, clique com o botão do lado direito do rato no nome do anexo pretendido e escolha a opção 'Guardar destino como'.. Alguns dos anexos podem estar no formato 'pdf'.. Para abrir este tipo de ficheiros necessita do Adobe Acrobat Reader.. Faça o download grátis.. neste endereço..

    Original link path: /portal/v1.0/mod_misto.asp?pag=rel
    Open archive

  • Title: Freguesia de Ranhados
    Descriptive info: Junta de Freguesia - Plano de Actividades.. Plano Plurianual de Investimentos..

    Original link path: /portal/v1.0/mod_misto.asp?pag=pln
    Open archive

  • Title: Freguesia de Ranhados
    Descriptive info: Junta de Freguesia - Protocolos..

    Original link path: /portal/v1.0/mod_texto.asp?pag=pro
    Open archive



  •  


    Archived pages: 165