www.archive-pt-2014.com » PT » L » LUSITANIAVIDA

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".

    Archived pages: 38 . Archive date: 2014-10.

  • Title: LusitaniaVida
    Descriptive info: .. ÁREA RESERVADA.. Home.. Institucional.. Particulares.. Empresas.. Apoio ao Cliente.. Contactos.. SITES DO GRUPO.. LUSITANIA.. MONTEPIO.. A Companhia.. Mensagem da Administração.. Missão e Visão.. Estatutos.. 25 Anos.. Recursos Humanos.. Accionistas.. Estrutura Accionista.. Evolução do Capital.. Assembleias.. Governo.. Conselho de Administração e Fiscalização.. Código de Ética.. Gestão de Riscos.. Política de Remunerações.. Dados Financeiros.. Indicadores Financeiros.. Relatórios e Contas.. Notícias.. Produtos Previdência.. Plano Protecção Vida.. Mini Poupança Lusitania.. Produtos Poupança.. Plano Poupança Filhos.. Plano Poupança.. Plano Poupança 10.. Plano Poupança Universal.. Produtos Investimento.. Lusitania Rendimento 2014 - 4 Série.. Lusitania Investimento 2014 - 2 Série.. Produtos de Reforma.. PPR Rendimento Garantido 2014.. Plano Poupança Reforma PPR.. Plano Pensão Pessoal.. Seguros de Grupo.. Seguro de Grupo Vida.. Fundos de Pensões.. Unidades de Participação.. Exercício de direitos de voto.. Política de Tratamento.. Reclamações.. Provedor do Cliente..  ...   capital seguro.. ESPÍRITO DE EQUIPA EM TODAS AS SITUAÇÕES.. Este seguro destina-se a pequenas e médias empresas e tem como objectivo.. a protecção dos trabalhadores da empresa,.. beneficiando de condições favoráveis de grupo.. OLHE O FUTURO COM CONFIANÇA.. Se tem idade inferior a 65 anos pode subscrever o PPR da Lusitania Vida e começar hoje a constituir a sua conta poupança reforma com entregas mínimas de 25 ao mês e garantia de rendimento mensal da conta à taxa de 2,5% ao ano.. Noticias.. Reunião Anual de Mediadores 2014.. No passado dia 5 de Abril de 2014 realizou-se no Hotel D.. Pedro Palace em Lisboa, a reunião Anual de Mediadores da Lusitania Vida.. 2014/04/05.. Realizou-se no passado dia 20 de Outubro de 2012 o jantar comemorativo do 25º aniversário da Lusitania Vida.. 2012/10/20.. Condições Gerais..

    Original link path: /
    Open archive

  • Title: LusitaniaVida - A Companhia
    Descriptive info: Lusitania Vida.. Bem-vindo ao site da Lusitania Vida, Companhia de Seguros, SA.. Nele encontra informações sobre a nossa Companhia, os nossos produtos, os nossos serviços e a nossa situação financeira.. Integrada no Grupo Montepio, a Lusitania Vida é uma Companhia de Seguros que tem como objectivo a satisfação das necessidades dos seus clientes no âmbito da previdência individual ou colectiva mediante a realização de seguros de vida ou fundos de pensões.. Consideramos os mediadores e corretores que distribuem os nossos produtos como verdadeiros parceiros que partilham o nosso objectivo de satisfazer o cliente.. A nossa grande solidez financeira é o garante das responsabilidades assumidas perante os nossos clientes.. Com efeito, o nosso ratio de solvabilidade excede largamente o dobro do exigido pela autoridade reguladora.. Obrigada pela vossa visita,.. Maria Manuela Rodrigues.. Administradora Delegada.. Missão.. Oferecer Seguros de Vida e Operações de Capitalização aos Clientes Particulares do Montepio, e complementarmente a outros Particulares através da Rede de Mediadores, no espaço Nacional e junto das comunidades emigrantes.. Visão.. Seguradora portuguesa integrada no Grupo Montepio, que visa alcançar níveis superiores de rentabilidade e solvabilidade, alicerçada em valores humanistas, parcerias sólidas e uma organização flexível, motivada, de elevada eficiência e qualidade.. Estatutos da Lusitania Vida, Companhia de Seguros, S.. A.. CAPÍTULO I.. Denominação, Sede, Objecto e Duração.. ARTIGO 1º.. A sociedade anónima LUSITANIA VIDA, Companhia de Seguros, S.. , fica a reger-se pelos presentes estatutos e lei aplicável.. ARTIGO 2º.. A sede é em Lisboa, na Avenida Engenheiro Duarte Pacheco, Torre 2, 12º.. , Amoreiras, freguesia de Santa Isabel, podendo o Conselho de Administração transferi-la para qualquer outro local do concelho de Lisboa ou concelhos limítrofes, estipular domicílio particular para determinados negócios e abrir ou encerrar, em.. território português ou estrangeiro, agências, delegações ou qualquer outra espécie de representação, independentemente de deliberação dos accionistas.. ARTIGO 3º.. 1 - A sociedade tem por objecto exercer a indústria de seguros e resseguros de vida em todo o território português e no estrangeiro, nas modalidades em que estiver autorizada, podendo ainda interessar-se, directa ou indirectamente, em quaisquer.. negócios ou operações que se relacionem com a exploração do ramo Vida.. 2 - A sociedade poderá também estabelecer convenções especiais com outras sociedades congéneres, assumir a sua representação, exercer a sua direcção e praticar todos os actos e contratos complementares da indústria seguradora no que respeitar ao ramo Vida.. ARTIGO 4º.. A duração da sociedade será por tempo indeterminado.. CAPÍTULO II.. Capital e Acções.. ARTIGO 5º.. 1 - O capital social, que se encontra totalmente subscrito e realizado em dinheiro é de vinte milhões de euros, representado por oitocentas mil acções escriturais e nominativas de vinte e cinco euros cada uma.. 2 - O Conselho de Administração poderá deliberar, por uma ou mais vezes, o aumento do capital social até cinquenta milhões de euros, desde que tal resolução seja votada por unanimidade.. ARTIGO 6º.. 1 - Os accionistas terão sempre o direito de preferência na subscrição de novas acções, na proporção das respectivas participações no capital social.. 2 - Os accionistas serão avisados para exercer a preferência por carta registada dirigida ao titular inscrito junto do intermediário financeiro, designado para proceder ao registo das acções.. CAPÍTULO III.. Deliberação dos Accionistas.. ARTIGO 7º.. 1 - Podem participar nas deliberações todos os accionistas com direito a voto que tiverem as acções registadas em seu nome, com uma antecedência não inferior a oito dias em relação à data marcada para a deliberação e até ao encerramento desta, sem prejuízo do direito de agrupamento.. 2 - Os accionistas podem fazer-se representar em deliberações e assembleias gerais, nos termos previstos na lei, mediante simples carta de representação enviada ao presidente da mesa.. 3 - Não são permitidos votos por correspondência.. ARTIGO 8º.. 1 As assembleias gerais são convocadas pelo presidente da mesa da assembleia geral ou pelos substitutos previstos na lei.. As publicações das Convocatórias poderão ser substituídas por cartas registadas ou, em relação aos accionistas que comuniquem previamente o seu consentimento, por correio electrónico com.. recibo de leitura.. 2 - A assembleia geral pode deliberar validamente, em primeira convocação, desde que estejam presentes ou representados accionistas que representem pelo menos um terço do capital social, salvo quando a lei exija maior representação.. 3 - As deliberações são tomadas por maioria absoluta dos votos dos accionistas presentes ou representados, salvo quando a lei exija outra maioria.. 4 - A cada grupo de quatro acções corresponde um voto.. ARTIGO 9º.. A mesa da assembleia geral é composta por um presidente, um vice-presidente e um secretário, eleitos por  ...   pelo mais antigo na função e em igualdade de circunstâncias pelo mais idoso.. 2 - O Conselho de Administração reúne com a frequência que ele próprio determinar, podendo ser convocado com a antecedência adequada, nos termos que ele próprio deliberar.. 3 - As deliberações do Conselho de Administração serão tomadas por maioria de votos dos presentes ou representados.. 4 - O presidente tem voto de qualidade em caso de empate.. 5 - As procurações dos ausentes, que poderão ser passadas por cartas, telegramas, fax ou e-mail serão obrigatoriamente conferidas a membros do Conselho.. ARTIGO 13º.. 1 - O Conselho de Administração poderá delegar, nalgum ou nalguns dos seus membros, funções executivas da sua competência, bem como constituir uma comissão executiva para assegurar a gestão corrente da Sociedade dentro dos limites que lhe forem assinaladas.. 2 - O Conselho de Administração poderá constituir procuradores, para os fins e com os poderes que constem dos respectivos mandatos.. 3 - Considera-se equiparada, para o efeito do que se dispõe no número 2 deste artigo, a delegação de poderes para a prática de determinado acto, desde que conste de documento escrito, assinado por dois administradores.. ARTIGO 14º.. 1 - A fiscalização dos actos da administração será exercida por um conselho fiscal composto por três membros efectivos e um suplente e por um revisor oficial de contas ou por uma sociedade de revisores oficiais de contas que não sejam membros daquele órgão, todos eleitos quadrienalmente, sendo reelegíveis.. 2 - Os membros do Conselho Fiscal escolherão entre si o que exercerá as funções de presidente quando a assembleia não o tiver feito.. CAPÍTULO V.. Lucros, Disposições Gerais e Transitórias.. ARTIGO 15º.. 1 - Além do previsto na lei quanto à reserva legal, 5% dos lucros líquidos do exercício destinam-se a constituir um fundo de reservas livres até que este represente, pelo menos, a quinta parte do capital social, tendo o remanescente a aplicação que for decidida pelos accionistas.. 2 - Os accionistas deverão conceder, nos termos que entenderem, participação nos lucros do exercício aos membros do Conselho de Administração, até 10% dos lucros distribuíveis, e aos trabalhadores da empresa.. ARTIGO 16º.. Quando deliberem a dissolução da sociedade, os accionistas determinarão a forma de liquidação e nomearão os liquidatários, fixando-lhes as retribuições.. ARTIGO 17º.. As remunerações dos membros do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal serão fixadas por uma comissão composta por três accionistas eleitos quadrienalmente pelos accionistas, sendo reelegíveis.. 25 anos a criar valor para o Grupo.. Fundada em 15 de Maio de 1987, a Lusitania Vida comemora em 2012 o seu 25º aniversário.. Tendo como accionista de referência desde a sua constituição o Montepio Geral, a Lusitania Vida completou, na sua área de intervenção a oferta do Grupo no âmbito da actividade seguradora.. Vocacionada para apoiar os clientes particulares nas áreas de protecção pessoal e das famílias, a Lusitania Vida reintroduziu diversos conceitos inovadores no nosso mercado no capítulo da poupança e capitalização.. Com um total de 27 trabalhadores a empresa caracterizou-se por uma atitude de inovação permanente e um excelente desempenho quer ao nível de resultados técnicos quer financeiros, gerindo hoje mais de 500 milhões de activos.. Possuindo uma gestão altamente profissionalizada e muito rigorosa, a Lusitania Vida tem hoje quer ao nível da supervisão quer do mercado segurador e ressegurador uma imagem de grande prestígio, de solidez e rigor confirmada pelos resultados alcançados ao longo da sua história.. Política de Recursos Humanos.. A política de gestão de recursos humanos da Lusitania Vida assenta em critérios objectivos ajustados à sua dimensão e que visam a identificação dos colaboradores com os objectivos, valores e interesses definidos na sua missão.. Deste modo, os critérios definidos são:.. Admitir colaboradores com base em selecção objectiva e rigorosa, tendo em conta a função a desempenhar e os seus conhecimentos;.. Tratar todos os seus colaboradores de forma igual, não permitindo qualquer tipo de discriminação;.. Fomentar o trabalho em equipa e o respeito mútuo;.. Manter uma prática salarial competitiva em relação ao mercado, assente em avaliações anuais justas e equilibradas que premeiem o mérito e a produtividade;.. Promover de modo contínuo e planeado acções de formação para todos os colaboradores, de acordo com as suas necessidades, para um melhor desempenho das suas funções.. De forma a desenvolver as competências e o talento individual de cada colaborador e reforçar a sua motivação, a Política de Recursos Humanos da Lusitania Vida assenta nos seguintes vectores:.. Diversidade e igualdade de oportunidades;.. Representatividade dos Colaboradores;.. Desenvolvimento de carreiras;.. Promoção do bem-estar.. Lisboa, 9 de Dezembro de 2011..

    Original link path: /institucional/a-companhia
    Open archive

  • Title: LusitaniaVida - Mini Poupança Lusitania
    Descriptive info: Garantias.. Módulo Base.. Em caso de vida no fim do prazo.. 1.. 000.. Em caso de morte natural durante o prazo.. 2.. 500.. Em caso de morte por acidente durante o prazo.. 5.. Prémio.. O prémio mensal, por módulo base, é função da idade actuarial à data de subscrição e respectivamente igual a:.. idade 40 anos.. 8,60.. 40 anos.. 9,60.. 50 anos.. 11,00.. O prémio permanece constante durante os 10 anos do prazo.. O pagamento do prémio é feito por débito em conta bancária.. Condições de Subscrição.. Se tem idade não superior a 55 anos, pode subscrever o Mini Poupança Lusitania até um máximo de 5 módulos base, devendo para o efeito preencher a proposta de seguro de Vida com Prova de Saúde.. Início e Duração.. O seguro tem início no dia seguinte ao da aceitação do risco por  ...   se o resgate ocorrer no 5º ou 6º anos;.. - 65% dos prémios pagos se o resgate ocorrer no 7º ou 8º anos;.. - 75% dos prémios pagos se o resgate ocorrer no 9º ou 10º anos.. Encargos.. Os encargos incluídos no prémio, correspondem a:.. - Aquisição e cobrança: 7,5% de cada prémio, sendo o primeiro pago antecipadamente.. - Gestão: 5% de cada prémio.. Beneficiários.. - O Beneficiário em caso de vida é a própria Pessoa Segura, se outra não for indicada.. - Os beneficiários em caso de morte são os herdeiros legais, se outros não forem indicados no anexo beneficiários à proposta de seguro.. Regime Fiscal.. O montante a receber em caso de vida é deduzido do IRS retido nos termos da categoria E.. Não dispensa a consulta da informação pré-contratual e contratual legalmente exigida.. Válido até 31/12/2013..

    Original link path: /particulares/produtos-poupanca/mini-poupanca-lusitania
    Open archive
  •  

  • Title: LusitaniaVida - Plano Pensão Pessoal
    Descriptive info: Produtos Reforma.. Em caso de vida à data de reforma, início do pagamento de uma pensão mensal durante um período de 5, 10, 15 ou 20 anos à sua escolha.. Em caso de falecimento antes da data de reforma, pagamento aos beneficiários do valor de resgate devido nessa data.. Em caso de falecimento após a data de reforma, pagamento aos beneficiários do valor das pensões vincendas nessa data.. Pensão Mensal.. A pensão mensal é paga doze vezes em cada ano, no mínimo de 100.. Prémio Mensal.. Pagamento do Prémio.. O prémio é fixado em função da idade à data de subscrição, do período de pagamento da pensão e do valor desta.. O seu pagamento é feito por débito em conta bancária e é devido até à data de reforma.. No prémio encontra-se incluído o encargo de aquisição (2% durante dez anos, pago nos primeiros 5 anos).. Data de Reforma.. Data início acrescida da diferença entre a idade de reforma (65 ou 70 anos) e a idade à data de subscrição.. Participação nos Resultados.. No fim de cada ano civil é apurada a participação nos resultados financeiros a atribuir correspondente a,  ...   de 85% por aplicações financeiras de rendimento fixo de dívida pública ou privada de países membros da OCDE.. Conta Participação.. A conta participação é constituída até à data de reforma, por crédito anual da participação nos resultados e crédito mensal do rendimento calculado à taxa anual de 2,5%.. À data de reforma a conta participação é aplicada na valorização da pensão.. Encargos de Gestão.. No valor do prémio encontram-se previstos os seguintes encargos:.. - 0,5 do capital constitutivo da renda até à idade de reforma;.. - 2% de cada prémio para encargo de cobrança e 1% da pensão para encargo de pagamento.. Opção.. Antes de atingir a data de reforma pode optar por resgatar nessa data um valor até ao limite da conta participação.. Por solicitação escrita ou em caso de falta de pagamento de prémios, é efectuado o resgate sendo o seu valor nos três primeiros anos igual a respectivamente 75%, 80% ou 85% dos prémio pagos.. A partir do quarto ano, o seu valor é igual a 98% do capital constituído nessa data acrescido da conta participação.. O previsto no código do IRS em vigor.. Válido até 31/12/2014..

    Original link path: /particulares/produtos-reforma/plano-pensao-pessoal
    Open archive

  • Title: LusitaniaVida - Contactos
    Descriptive info: Lisboa (Sede).. Av.. Eng.. Duarte Pacheco Torre 2 - 12º Piso.. 1070-102 Lisboa Portugal.. Tel.. 00 351 21 381 48 60 Fax 00 351 21 381 48 78.. email:.. lusitaniavida@lusitaniavida.. pt.. Serviços Financeiros.. 00 351 21 381 48 76.. Fax.. 00 351 21 387 36 14.. E-mail:.. depfin@lusitaniavida.. Serviços Técnicos.. 00 351 21 381 48 70.. 00 351 21 381 48 78.. tecnica@lusitaniavida.. Serviços Comerciais.. 00 351 21 381 48 71.. Lisboa - email:.. comercialsul@lusitaniavida.. Porto.. Rua Júlio Dinis, 676 - 6º.. 4050-320 Porto - Portugal.. 00 351 22 606 69 28 Fax 00 351 22 609 78 04.. comercialnorte@lusitaniavida..

    Original link path: /contactos
    Open archive

  • Title: LusitaniaVida - Accionistas
    Descriptive info: Em 27 de Dezembro de 2013 foi constituída a Montepio Seguros, SGPS, SA passando a distribuição accionista a ser a seguinte:.. Participação.. Montepio Seguros, SGPS, SA.. 99,7902 %.. Restantes c/ Participações.. 0,20980 %.. Total.. 100%.. Até 27 de Dezembro de 2013.. Montepio Geral-Associação Mutualista.. 41,1116 %.. Caixa Económica-Montepio Geral.. 39,3420 %.. Lusitania, Companhia de Seguros, SA.. 13,7755 %.. Futuro-Soc.. Gest.. Fundos Pensões, SA.. 5,56110 %.. 100,00%.. Ano.. Capital.. Mês.. Montante.. Capital Final do Ano.. 2005.. 9.. 000.. -.. 2006.. Out.. 14.. 2007.. Jul.. 6.. 20.. 2008/2014.. (Valores em )..

    Original link path: /institucional/accionistas
    Open archive

  • Title: LusitaniaVida - Governo
    Descriptive info: Quadriénio 2012/2015.. Assembleia Geral.. Presidente.. Dr.. Vítor José Melícias Lopes.. Vice-Presidente.. Eduardo Augusto Henriques Martins.. Secretário.. António Pedro de Sá Alves Sameiro.. Conselho de Administração.. Eduardo José da Silva Farinha.. Administrador.. Fernando Dias Nogueira.. Administradora-Delegada.. Dra.. Maria Manuela Traquina Rodrigues.. Conselho Fiscal.. Coronel Manuel da Costa Braz.. Vogal.. Norberto da Cunha Junqueira F.. Félix Pilar.. Prof.. António Francisco Espinho Romão.. Suplente.. Armindo Marques Matias.. Revisor Oficial de Contas.. KPMG & Associados- Sociedade de Revisores Oficiais de.. Contas, SA.. Comissão de Vencimentos.. Presidente.. Manuel Jacinto Nunes.. Félix Pilar.. Âmbito de Aplicação.. O presente Código de Ética define os princípios e as regras a observar pela Lusitania Vida Companhia de Seguros, sem prejuízo de outras disposições legais ou regulamentares aplicáveis a que, por inerência do exercício das suas funções, se encontre obrigada.. Tais princípios e regras são extensivos, com as necessárias adaptações, aos colaboradores permanentes e eventuais, mandatários, auditores externos e a outras pessoas que lhes prestem serviço a título permanente ou ocasional.. Legislação e Ética.. 1.. Cumprimento da legislação.. A Lusitania Vida compromete-se a respeitar a legislação nacional, não praticando qualquer acção que a desrespeite, bem como a cumprir todos os regulamentos aplicáveis à sua actividade.. A Lusitania Vida compromete-se, também, a prestar às autoridades de supervisão e fiscalização toda a colaboração ao seu alcance, satisfazendo as solicitações que lhe forem dirigidas e não adoptando qualquer comportamento que possa impedir o exercício das respectivas competências.. 2.. Disponibilidade e actualização.. Este Código de Ética encontra-se disponível a todos os colaboradores, através da Intranet da Lusitania Vida.. A Lusitania Vida assume este Código como um documento privilegiado na resolução de questões éticas, garantindo a sua permanente actualização e a conformidade da prática com os princípios nele contidos.. 3.. Transparência, honestidade e integridade.. A Lusitania Vida pauta a sua actuação pelos princípios de integridade e transparência, salvaguardando os devidos deveres de sigilo.. A recolha, o tratamento e a consolidação dos dados referentes ao exercício da actividade seguradora são feitos de modo rigoroso, reservado e fiável.. Proibição de práticas delituais.. É interdita a prática de actos delituais ou susceptíveis de, como tal serem entendidos, designadamente, através da prática de actos ou omissões susceptíveis de criarem situações irregulares ou de favor.. A Lusitania Vida não pode receber ou retirar, directa ou indirectamente, vantagens para o seu negócio ou interesse financeiro que não decorram, exclusivamente da retribuição da sua actividade.. De igual modo, nenhum colaborador pode dar ou receber ofertas, pagamentos ou remunerações por motivos relacionados com a sua actividade profissional.. Transacções particulares no âmbito da Empresa.. A Lusitania Vida não negocia nem efectua quaisquer acordos, relativamente a preços, partilha de mercados ou de clientes, susceptíveis de restringir a concorrência.. A informação relevante, ainda não tornada pública, que seja susceptível de influenciar a valorização ou a imagem da empresa, designadamente, estimativas de resultados, aquisições ou parcerias significativas, bem como a aquisição ou perda de contratos relevantes e a instrução de processos de sinistros, não pode ser divulgada antes que esteja oficializada.. 4.. Direitos Humanos e Igualdade de Oportunidades.. Direitos Humanos.. A Lusitania Vida reconhece que os direitos humanos são fundamentais e universais e, como tal devem ser respeitados.. A Lusitania Vida promove a melhoria da qualidade de vida de todos aqueles com quem se relaciona, entendendo que esta é uma missão que cabe a todos e, em particular, aos agentes económicos.. Não discriminação e igualdade de oportunidades.. A Lusitania Vida assegura a igualdade de oportunidades.. Todas as suas políticas e procedimentos estão orientados no sentido de impedir a discriminação e o tratamento diferenciado.. A Lusitania Vida não permite qualquer forma de coação moral ou psicológica, nem comportamentos ofensivos da dignidade da pessoa humana.. Relações com as Contrapartes.. Todos os contactos com o exterior respeitam os princípios de eficiência, correcção técnica e cortesia.. A Lusitania Vida promove junto dos seus accionistas, clientes, mediadores, resseguradores, fornecedores, meios de comunicação social, entidades de supervisão e colaboradores, a observância dos regulamentos e práticas de segurança que estejam em vigor na Companhia, promovendo a correcção, urbanidade, afabilidade e brio profissional nas suas relações, bem como o respeito pelos respectivos direitos, sensibilidades e diversidades.. Relações com os accionistas.. A Lusitania Vida obriga-se a dispor de informação com transparência, isenção e objectividade adequados à separação de interesses da Companhia face aos interesses dos seus accionistas, sem prejuízo dos deveres e obrigações legalmente tutelados.. O reforço do valor da empresa é um dos objectivos básicos, suportado nos compromissos para com a excelência do desempenho e de desenvolvimento sustentável, sem prejuízo da justa remuneração do capital investido.. Relações com os clientes.. Os princípios de correcção, honestidade, profissionalismo, transparência e cooperação são tidos em conta em todas as relações contratuais e comunicações com os clientes.. A Companhia atribui uma importância primordial à preservação de elevada qualidade nos seus serviços e à satisfação do cliente.. Os procedimentos internos e as tecnologias adoptadas suportam estes objectivos e permitem o controle de conformidade prática.. 3.. Relações com os mediadores.. A Lusitania Vida compromete-se a manter com os seus mediadores uma relação de parceria assente no equilíbrio de interesses da empresa com os seus clientes.. A Lusitania Vida compromete-se a colaborar, activamente, na valorização profissional e pessoal dos mediadores com quem trabalha, promovendo a boa imagem da classe no mercado.. São celebrados contratos de mediação no  ...   a conflitos de interesses entre os próprios e a Lusitania Vida, no entanto, no caso de não ser possível evitar a sua ocorrência, tal facto deverá ser prontamente comunicado à hierarquia.. Verifica-se um conflito de interesses sempre que um interesse pessoal ou privado de um colaborador ou administrador em determinada matéria interfira, ou seja susceptível de interferir, com os deveres de imparcialidade, igualdade e integridade a que está vinculado no exercício das suas funções.. Entende-se por interesse pessoal ou privado, para efeitos do ponto anterior, qualquer vantagem, patrimonial ou não, ainda que meramente potencial, para o colaborador e/ou seus parentes ou afins ou outras pessoas com ele relacionadas.. 7.. Ambiente e Sustentabilidade.. A Lusitania Vida está empenhada em proteger o ambiente e a garantir a sua sustentabilidade como um legado para as gerações futuras, salvaguardando que as suas decisões económicas são compatíveis com as necessidades ambientais.. A Lusitania Vida está empenhada em garantir um ambiente de trabalho são, de forma a promover a motivação e o bem-estar e a segurança dos colaboradores, clientes, mediadores e público em geral.. 8.. Acção Disciplinar.. A violação, por parte dos colaboradores da Lusitania Vida, das normas constantes do presente Código, constitui infracção punível nos termos do regime disciplinar aplicável, sem prejuízo da responsabilidade civil, contra-ordenacional ou criminal que possa ocorrer.. Os membros dos órgãos sociais e demais colaboradores da Lusitania Vida ficam obrigados a prestar todas as informações que lhes sejam solicitadas, no âmbito da instauração de processos disciplinares e relativamente aos factos com eles conexos, em respeito das disposições legais e regulamentares aplicáveis.. A gestão de riscos tem como objectivo a identificação, quantificação, qualificação e controlo dos diferentes riscos da actividade da Companhia e a adopção progressiva de políticas e processos de gestão que permitam optimizar o capital e criar valor.. No que concerne aos riscos resultantes de contratos de seguro, a Lusitania Vida tem estabelecido na sua estrutura organizacional as devidas competências e segregação de poderes relativos aos órgãos de decisão e de competência técnica no que respeita à subscrição de apólices, tarifação, resseguro e provisionamento.. Os mecanismos de controlo dos riscos associados a estes processos são definidos no modelo de controlo interno da companhia, são sujeitos a revisões periódicas por parte da Comissão de Direcção da Lusitania Vida e monitorizados pela Auditoria Interna.. Política de Remuneração dos Órgãos Socais.. Nos termos estatutários, as remunerações dos órgãos sociais são fixadas, anualmente, por uma Comissão de Vencimentos, eleita pela Assembleia Geral da empresa.. A Comissão de Vencimentos reúne em sessão plenária, para discussão e fixação dos vencimentos dos membros do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal.. A Comissão tem norteado a fixação dos vencimentos dentro dos critérios e política do Grupo Montepio.. Assim, os administradores não executivos não auferem qualquer remuneração.. O vencimento mensal dos administradores executivos é fixado no início do mandato e anualmente actualizado nos mesmos termos da actualização da tabela salarial dos trabalhadores da Companhia.. Aos administradores executivos é atribuída uma gratificação anual de desempenho fixada no montante de quatro vencimentos mensais.. No que respeita ao Conselho Fiscal as remunerações são fixadas em montante anual no início de cada mandato e anualmente actualizadas nos mesmos termos da actualização da tabela salarial dos trabalhadores da Companhia.. Em matéria de remunerações não existe recurso a consultores externos.. Lisboa, 7 de Março de 2014.. Política de remuneração dos Directores de Topo.. A política de remuneração da Lusitania Vida, aprovada pelo Conselho de Administração e elaborada nos termos da Circular nº 6/2010 do ISP, assenta em critérios objectivos ajustados à sua dimensão e que visa evitar conflitos de interesses e seja coerente com os objectivos, valores e interesses definidos na sua missão.. Os critérios escolhidos para a sua avaliação são:.. Desempenho.. As remunerações dos colaboradores da Lusitania Vida estão associadas aos níveis de desempenho obtidos pela Companhia, aos objectivos atingidos pela área em que a pessoa se encontra integrada e pelo mérito individual.. Estratégia.. Influencia em cada momento a remuneração de novos colaboradores tendo em conta a importância da função do novo colaborador na empresa e os seus conhecimentos.. Equidade.. A prática remuneratória assenta em avaliações anuais justas e equilibradas tendo presente a dimensão da empresa e a inexistência de potenciais conflitos de interesse.. Competitividade.. A Companhia procura praticar níveis de remuneração compatíveis e inseridos na prática do mercado com o objectivo de reter os melhores colaboradores na Companhia.. Remuneração.. Remuneração Base Mensal.. Determinada pela existência de uma tabela salarial própria, actualizada anualmente à qual é acrescida a isenção de horário de trabalho e paga catorze vezes no ano.. Gratificação Anual.. Remuneração anual variável atribuída após a avaliação do desempenho, não superior a 17,5% da remuneração base anual.. Participação nos Resultados.. Remuneração anual variável atribuída em função dos resultados da Companhia e dos desempenhos sectoriais.. Estrutura de Remuneração.. Componentes.. % media.. Base/Parâmetros.. Fixo/Variável.. Pré-requisitos para pagamento.. Pagamento.. Remuneração Base.. 82,5%.. Função nível de responsabilidade e tempo de serviço.. Fixo.. Estipulações contratuais e desempenho.. Mensal.. Participação de Resultados.. 17,5%.. Resultados da Companhia e resultados sectoriais.. Variável.. Cumprimentos de objectivos.. Base anual efectuado no ano seguinte.. Gratificação Anual.. Desempenho.. Desempenho anual.. Anual.. Não foi acolhida a recomendação V.. 2 por não existirem investimentos financeiros para o efeito e a recomendação V.. 6 por se considerar que o valor não o justificava..

    Original link path: /institucional/governo
    Open archive

  • Title: LusitaniaVida - Dados Financeiros
    Descriptive info: Indicadores Financeiros.. 1 Trimestre 2012.. 2 Trimestre 2012.. Relatórios e Contas.. Ano 2005.. Ano 2006.. Ano 2007.. Ano 2008.. Ano 2009.. Ano 2010.. Ano 2011.. Ano 2012.. Ano 2013..

    Original link path: /institucional/dados-financeiros
    Open archive

  • Title: LusitaniaVida - Notícias
    Descriptive info: Nesta reunião participaram cerca de uma centena de pessoas entre mediadores e colaboradores da Companhia tendo estado presente em representação do Conselho de Administração da Lusitania Vida a Administradora Delegada Dra.. Maria Manuela Rodrigues e os Directores Técnico e Comercial.. Em representação da Lusitania, Companhia de Seguros, SA, esteve presente o Administrador Senhor Dr.. Artur Martins e os directores comerciais.. A Administradora Delegada da Lusitania Vida apresentou os resultados da Companhia em 2013  ...   das Vendas tendo sido apresentado um filme motivacional sobre o mesmo.. A reunião terminou com um agradável almoço de convívio entre todos os participantes.. Com a participação de todos os seus trabalhadores e da Administração representada pelos administradores Senhores Dr.. José António de Arez Romão e Dra.. Maria Manuela Rodrigues também eles fundadores da Companhia.. Nesse jantar foram homenageados com o emblema dos 25 anos os trabalhadores que iniciaram a sua actividade em 1987..

    Original link path: /institucional/noticias
    Open archive

  • Title: LusitaniaVida - Produtos Previdência
    Descriptive info: APROVEITE O PRESENTE SEM ESQUECER O FUTURO.. Este Plano garante o pagamento do capital seguro em caso de morte ou invalidez durante o prazo do contrato.. Para cobertura da invalidez pode escolher entre:.. - Invalidez Absoluta e Definitiva (IAD) -.. aquela em que a pessoa se encontre totalmente incapaz para o exercício de qualquer actividade lucrativa e necessite de recurso à assistência de uma terceira pessoa para os actos ordinários  ...   se encontre totalmente incapaz de exercer a sua profissão ou qualquer outra actividade lucrativa compatível com os seus conhecimentos e capacidades.. A cobertura de invalidez só funciona se a pessoa exercer profissão remunerada.. Protecção Total Poupança Segura.. Com o.. MINI POUPANÇA LUSITANIA.. pode, por um custo não superior a 11 por mês, proteger os que lhe são queridos e no fim do prazo de 10 anos ter a sua pequena poupança..

    Original link path: /particulares/produtos-previdencia
    Open archive

  • Title: LusitaniaVida - Plano Protecção Vida
    Descriptive info: Para cobertura da invalidez pode escolher entre:.. Este Plano pode ser contratado por qualquer pessoa que tenha idade inferior a 65 anos, preencha a proposta de seguro e satisfaça a prova de saúde.. Pode ainda abranger uma segunda pessoa que deve também realizar a prova de saúde.. A prova de saúde é função da idade e do capital no início e consiste em:.. Prova de Saúde.. Até 35 anos.. De 36 a 55 anos.. Mais de 55 anos.. Questionário Clínico.. até 200.. até 150.. até 120.. Questionário Clínico + Exame Médico + Análise Urina.. > 200.. 250.. > 150.. > 120.. 150.. Para outras idades ou capitais superiores deve consultar a Companhia.. Cessação das Garantias.. As garantias cessam na data termo e no máximo aos:.. - 80 anos de idade a garantia por falecimento;.. - 65 anos de idade a garantia por  ...   de prémio cresce anualmente e a título exemplificativo é, por cada 1.. de capital, igual a:.. (valores em Euros).. Idade (actuarial).. (M+AID) Opção 1.. (M+ITP) Opção 2.. >30.. 1,05.. 1,45.. 30.. 1,06.. 1,46.. 35.. 1,24.. 1,74.. 40.. 1,87.. 2,63.. 45.. 3,10.. 4,29.. 50.. 5,12.. 6,90.. 55.. 8,30.. 11,73.. 60.. 13,52.. 20,00.. Para duas pessoas o prémio corresponde à soma dos prémios individuais.. O prémio anual pode ser pago em fracções mensais, trimestrais ou semestrais, no valor mínimo de 12,50.. , a que acresce 2% de INEM.. Beneficiário.. Os Beneficiários são os herdeiros legais se outros não forem designados.. No caso de garantia de dívida o Beneficiário Aceitante é a instituição de crédito até ao valor da dívida, sendo o remanescente liquidado aos herdeiros legais.. Os prémios pagos anualmente não são dedutíveis à colecta de IRS.. Válido até 31 de Dezembro de 2013..

    Original link path: /particulares/produtos-previdencia/plano-proteccao-vida
    Open archive



  •  


    Archived pages: 38